Para que serve a ABD?

Oi, oi, oi gente bonita! Como vocês estão?

Medalha para quem chega em primeiro lugar.
Imagem autoral

Eu estou muito contente! Depois de alguns perrengues, finalmente consegui pegar meu Certificado de conclusão de curso. O diploma mesmo, vai demorar um pouco mais, cerca de 6 meses à um ano! Mas estou tranquila sobre isso.

Descobri que a ABD (Associação Brasileira de Designers de Interiores) aceita o certificado no lugar do diploma. Pensei que não conseguiria me associar por ainda não ter o meu em mãos. Se você é estudante de Design recomendo que você faça o mesmo.

Mas deixa eu falar um pouco sobre a ABD para que vocês possam entender a importância que ela tem. Vamos lá!

A ABD

A ABD possui missão, valores e visão. É uma associação onde designers de interiores em formação ou já formados, professores de Design e arquitetos podem se associar e ter acesso aos benefícios oferecidos pela instituição.

Vale lembrar que para isso, eles devem possuir comprovante de escola de nível técnico, tecnólogo ou bacharelado em Design de Interiores ou Arquitetura com reconhecimento de órgãos públicos como Secretaria da Educação ou MEC.

A ABD contribui para o desenvolvimento profissional dos designers propriamente ditos. Se você se associar, poderá trabalhar mais tranquilo.

O que fazer para ser um associado?

Para se associar, você deve entrar no site da ABD, escolher em qual categoria você se encaixa, pagar uma taxa (que varia de acordo com a sua categoria) e enviar os documentos requisitados para concluir o processo de adesão. Pode ser pelo correio ou por e-mail.

A instituição de ensino deve ser reconhecida pelo MEC ou pela Secretaria da Educação. O cartão de associado chega em 30 dias (contados a partir da data de pagamento das taxas e anuidade). E como eu falei, você pode usar o certificado para se associar.

Como saber se a instituição de ensino é reconhecida pelo MEC?

Para saber se a instituição de ensino é reconhecida pelo MEC ou pela Secretaria da Educação, você pode clicar aqui ou aqui.

Benefícios oferecidos

A ABD possui regionais em todo o Brasil com a função de aprimorar e especializar os associados, organizando palestras, cursos e outros eventos sobre a profissão.

O melhor de tudo, na minha opinião, é que a ABD intercede (essa palavra cabe nesse contexto?) em favor dos designers no que diz respeito a regulamentação da profissão. Falo assim porque alguns designers acham que a ABD fica em cima do muro sobre isso.

Para quem não sabe, a profissão de Designer de Interiores ainda não foi regulamentada.

Enfim, entre os benefícios oferecidos estão Convênios, Guia de fornecedores, Consultoria jurídica, Tabela de honorários, Banco de vagas e etc… Inclusive, você pode baixar arquivos sobre:

Código de ética

Estatuto 

Regulamentação

Tem muita coisa bacana no site da ABD e independente do que as pessoas falam, acho importante se associar.

Se você ainda tiver dúvidas sobre a ABD, entre em contato com eles clicando aqui.

Em breve quero postar sobre a chegada do meu cartão de associada. Torçam por mim hein!?

Espero ter ajudado quem precisava dessas informações.

Como foi quando vocês receberam o diploma ou certificado de conclusão de curso? Me conta nos comentários!

Bjs e até a próxima!

Início de carreira

Oi!

Desculpa gente, mas esse é mais um post desabafo…

Bem, eu já concluí meu curso e agora espero pela entrega do diploma. Essa dizem que essa data está prevista para abril ou maio (sem considerar as margens de erro do IBGE, kkkkk, uma piadinha prá descontrair).

A verdade é que já ter concluído o curso não me deixa tranquila. Eu não sei por onde começar.

download-1
Imagem: Google Imagens

Na faculdade tivemos orientações e aulas virtuais sobre empreendedorismo, trabalho em equipe, freelance, networking, desenvolvimento profissional, imagem pessoal e mais milhares de coisas desse nicho e ainda assim, eu me sinto perdidinha… É estranho sabe? Eu me sinto como se tivessem me dado um endereço e agora eu não sei como faço prá chegar lá, dá prá entender? Tenho a sensação de que peguei o ônibus errado e estou sendo consumida pela expectativa de chegar lá sem saber se estou no ônibus certo. Isso não é apenas uma comparação, eu realmente me sinto assim, como se estivesse indo para um lugar que nunca fui, se bem que eu realmente estou indo para onde nunca fui. Todo mundo já teve que chegar num endereço desconhecido e sabe bem como essa sensação é desconfortável.

Recebo várias propostas de estágio mas nenhuma me agrada. Eu fiz um curso tecnólogo e estágio não é requerido, mas penso que para profissionais na mesma situação que eu, isso são DUAS mãos na roda, não apenas no que diz respeito a adquirir experiência mas também ao fato de que dá prá aprender muito mais na prática. O problema é que 99% dessas propostas são para projetar móveis (apesar de projeção de móveis fazer parte da rotina de um designer), não pretendo ficar especificamente nessa área.

Outro problema é que os empregadores (pelo menos os que entraram em contato comigo), dizem que precisam de um designer mas na verdade eles querem um vendedor que proponha dicas de decoração. Isso me chateia pois não passei tanto perrengue prá concluir meu curso, para ser vendedora. Sei que falando assim parece que estou desmerecendo os vendedores mas por favor não me interpretem mal, vender é tão digno quanto qualquer outra atividade e eu já fui vendedora, só acho que meu esforço deve ser reconhecido. Se eu quisesse trabalhar como vendedora ou como qualquer outra coisa, não teria passado tanto tempo na faculdade aprendendo coisas que não pretenderia usar entende? Apesar de que o designer tem que ter as manhas de um vendedor, afinal, se não vender seu trabalho, não entra dinheiro para pagar as contas né?

Já pensei em começar como freelancer só que por não ter experiência, bate uma insegurança danada de fazer algo errado e não ter prá quem pedir um help. Nessas horas considero a possibilidade de tentar uma vaga em algum escritório de arquitetura, mas aí bate outra insegurança: será que tenho bagagem suficiente prá aguentar a pressão de um escritório? Geralmente em escritório rola essa coisa de trabalho em equipe e se um errar, pode atrapalhar o desempenho dos outros. Ai Jesus, me ajuda aí!!!

 Tem gente que diz que eu estou exagerando, que o Diabo não é tão feio quanto parece, mas como eu disse, estou me sentindo perdida, é normal entrar em pânico. Acho…

E além de tudo isso, tem aquelas pessoas céticas que desmerecem o recém formado, que não acreditam no potencial da gente. Tudo isso me deprime um pouco, mas aí penso que não sou a primeira e também não serei a última ou a única a sentir isso.

A vida não é fácil e nem está fácil prá ninguém, então eu respiro fundo e penso que quando eu menos esperar as coisas vão acontecer naturalmente. E não se assustem comigo não! Eu ás vezes adoro fazer uma tempestade em copo d’água, kkkkk

Gente, desculpa pelo desabafo, mas eu tinha que botar isso prá fora. Obrigada por ter tido a paciência de ler até aqui.

E por favor diga algo para levantar minha moral aqui nos comentários! Rs… Seu comentário deixe uma blogueira feliz, sabia?

Bjs e até mais…